sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Ele é quem eu queria ser

Ele é uma daquelas boas surpresas
que a vida, de vez em quando, nos reserva:
tem um riso lindo
que pouco usa;
tem pouca idade
que parece muita;
tem hábitos saudáveis
que eu invejo,
mas não copio;
tem uma legião de fãs
eu, a última;
tem uma Gorda que ele adora
e um milhão de loiras muito lindas;
tem uma inteligência rara
e raros momentos de loucura
embora eu o considere doido
daquela maluquice bem-vinda
que té parece não ser, mas é;
tem um jogo de cintura
um jogo de palavras
um jogo de cartas marcadas
que eu não sei onde aprendeu
mas que dá lição sem dó
sem pena
sem pudor algum;
tem a língua presa de vez em quando
e o S mais lindo que eu já ouvi;
tem paciência
sapiência
competência de sobra,
e não admite o fato
de jeito nenhum;
tem um SIM que vive ao lado dele
e no fim de uma frase qualquer,
tem um 'NÃO?';
tem um movimento que é só dele
e um sentimento que ninguém tem;
tem um par de tênis velhos
e um bloquinho de anotações;
ele é completamente deprimido
depressivo jamais;
em dois anos
ele mandou um e-mail,
mas esteve sempre aqui;
ele odeia meus escritos
(às vezes)
e ama meus versos
(às vezes)...
Goste ou não
inda que nada
se invente
eu queria ser ele
mas não posso ser,
'NÃO?'...
02.10.2009 - 20h13min
(A rima óbvia da última estrofe
é só uma obviedade...hehe...
O que será que ele vai me dar,
no Dia da Criança? :-))

4 comentários:

Ricardo Kersting disse...

Qualquer um gostaria de ser uma pessoa interessante assim. Alguns até são mas nem os próprios percebem...
Abraços..

Reis disse...

Se existe um cara assim, é a encarnação da gentileza em pessoa...leve, generoso, despojado e pronto a sorrir...

Simone Aver disse...

Sim, caríssimo Reis, existe um cara assim... e, bem, ele não está sempre pronto a sorrir, muito pelo contrário...rs... aliás, a seriedade é sua marca registrada, e é perfeita. Não o vejo como generoso, mas como alguém extremamente especial, tão especial que passaria despercebido, não fosse o par de tênis velhos..rsrsrs... Sim, ele existe, é real, aprendo muito com ele e acho que o conheço bem, pra sorte minha...rsrsrs

Reis disse...

Com certeza, caríssima Simone, tens uma sorte tamanha. E, também com certeza, "ele" é um privilegiado por possuir algo que possa ser ensinado a uma alma tão culta quanta a tua... isso é raro...rsrsrsr