terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Simplicidade




Mãos dadas
vento no rosto
abraço apertado
cordão de couro.
Canto de grilo
cadeira no terraço
cadeira de palha
cadeira de balanço.
Bichinho dormindo
motorista sorrindo
café com pão.

O jeito simples, comum, anônimo.

A magia, na quase extinção.





01.02.11 - 15h02min



Um comentário:

Regiane "Carrie" Alencar disse...

Totalmente simples, totalmente bom, totalmente bonito. Totalmente preciso dessas coisas.