sábado, 6 de agosto de 2011

Inacabado




Abotoo as portas
amontoo os freios
e fricciono vertigens
comporto miragens
e experimento limites
basta que os olhos pintem
Artes e ofícios
e debaixo dos tapetes
escondam os ouvidos mudos.





06.08.2011 - 20h

2 comentários:

Fabricio Martines Alves disse...

Tu deveria vir com Slogam, "Simone Aver - Sempre Necessária", adorei isso de debaixo dos tapetes esconder os ouvidos mudos, eu ao teus jogos minha amiga. E durante a leitura, sei lá que deu, li como se fosse um trem começando a andar, sei lá porque, soou assim.

Thiago Nogueira disse...

Eu amei, Simone!