segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Imunidade

Um dia, a noite te pega. E tu descobres que não estavas imune... ao medo da escuridão... 08.02.2008 - 02h07min

2 comentários:

martha barbosa disse...

Ninguem é imune a solidão como quem visita teu blog, e não pode ficar imune a tua poesia, escancarada, mostrando sem medo tua alma. Beleza, Parabens

Anônimo disse...

Por mais só que te sintas, busca ouvir a voz da intuição, ela tá lá agarradinha ao teu coração...
orlando