terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

Para ler e pensar:

"Quando vieres a me ler perguntarás por que não me restrinjo à pintura e às minhas exposições, já que escrevo tosco e sem ordem. É que agora sinto necessidade de palavras - e é novo para mim o que escrevo porque minha verdadeira palavra foi até agora intocada. A palavra é a minha quarta dimensão."
(Água Viva, de Clarice Lispector) 05.02.2008 - 17h

Um comentário:

orlando reis disse...

Pouco diferes da Clarice, provavelmente estejas em outra dimensão. Não sou nenhum filólogo,sou um curioso, mas sinto que enquanto houver palavras tua criação não pára. Teu entusiasmo em gravar não pondera expectativas do leitor, a quem reserva uma infinidade de surpresas e revelações.Sucesso, sempre!