segunda-feira, 24 de março de 2008

o que faz um ponto... II

Será que a alma bate ou é a vida que bate na gente? E se a vida bate na gente porque é que a gente não morre? Batida de vida corrige ou seqüestra a alma? Seqüestro de alma enlouquece ou faz ver mais longe? Ver vale a pena, ou seria melhor não ter olhos? São os olhos ou as palavras que vêem? As palavras, então, têm alma? 24.03.2008 - 01h18min Adrebal sempre me faz pensar...

Um comentário:

Mundo Em Transe disse...

Simone você é um ser humano extraordinário!Em tempo de paz convém ao homem serenidade!Sua poesia suaviza a minha das velhas armaduras deste mundo podre!

Adrebal Lírio