sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Extinta

Na última chuva forte afogou-se minha poesia. Triste dia triste dia... 11.09.09 - 15h17min

2 comentários:

Ricardo Kersting disse...

Mas não diz uma coisa dessas, guria...E vamos fazer o que então?
Dá umas voltinhas esfria a cabeça e tudo volta ao normal... A não ser que o sentido seja outro, tomara..
Abraços

O Profeta disse...

Troquei as voltas a um Golfinho feliz
Afagei a cria de uma Baleia azul
Confundi uma nuvem com ilha encantada
Perdi-me na rota entre o Norte e o Sul

Aprisionei o olhar de uma gaivota
Enchi a alma com penas de imensa leveza
Enchi o coração de doce maresia
Adormeci nos braços da incerteza

Vem viajar comigo no meu barco de papel


Bom domingo

Doce beijo