quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Cá entre nós

Ao pé do ouvido
nessa noite fria te conto:
descobri não sem medo
que a alegria é maior
e muito mais bonita
que a felicidade.
A primeira é calma
traz meio sorriso
e dura uma vida inteira
inda que uma lágrima
bochecha abaixo role
de quando em vez
ou de vez em sempre;
a segunda é gargalhada
faz barulho e preenche
todos os espaços em branco
mas dilui-se entre os dedos
e se perde nas luzes
ou nas vertigens
por ela mesma provocadas.
Sempre haverá
quem de mim discorde.
Não faz mal, não.
O que valor tem de fato
é que se busque
com cuidado e paciência
essa coisa que sentido
dá à vida
e aos olhos, brilho.
O resto
é consequência...
14.10.2009 - 20h55min

5 comentários:

Brunno Soares disse...

cá entre nós...
tem horas q a felicidade supre
tem horas q alegria falta
,,
buscar o equilibrio
com a paciência por vc apontada,
essa é lição.

obrigado por fazer minhas voltas aqui tao prezerosas...

Ricardo Kersting disse...

É verdade, Simone. O que buscamos mesmo é a alegria, às vezes disfarçada em felicidade. Alegria nossa de cada dia, aquela que somada ponto por ponto acaba nos fazendo felizes. A felicidade é efêmera, embora acreditemos no contrário, a alegria também, mas é mais teimosa e nos chega em momentos dos mais inesperados é aquela visitante inesperada sabes?
Muito brilho no olho para ti..
Beijos.

Regiane"Carrie"Alencar disse...

Pois é, buscando sempre. Paramos de buscar qnd morremos.
Cada dia, um novo dia, um novo sorriso e uma nova alegria. Cada dia é um novo dia de busca. O resto é consequência.

Sonhadora disse...

Um poema feito de verdades.
verdades que às vezes não nos lembramos que são assim mesmo.
Lindo o seu poema.
Voltarei mais vezes
Bjs

Reis disse...

Pois bem Si,concordo, mas tudo não passa de um processamento na nossa consciência individual, é lá que determinamos o que é real ou possível; o que nos agrada, ou não...O resto é consequência que fica do tamanho da nossa paciência...bom fds. Passa lá no meu canto para conhecer minha Ilha.