segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Pleural

Expirar a leveza do novo
experimentar outros sabores
exprimir a ambiguidade da letra
exaurir à morte
elucidar o dia
engrandecer os limites

iluminar...






30.08.2010 - 23h55min

2 comentários:

Fabricio Martines Alves disse...

Que boas inspirações a trazem novamente???? Sempre iluminando a própria loucura. Mas gostei do jogo de palavras, principalmente porque não ficou algo para se decifrar, acho que foi leve e ao ponto, sem mistérios.

Marcello disse...

Hehe Simone Aver, que se abre nas poesias e se mostra sem reservas, ainda que misteriosamente. Que bom que vc voltou.



Beijos


Cello