domingo, 14 de julho de 2013

Ele

Eu sou barulho 
ele é silêncio. 
Eu escancaro 
ele protege.
Eu grito
ele sussurra.
Eu gesticulo
ele observa.
Eu escrevo
ele fala.
Eu ajo...
ele também.
Somos.
Eu me chamo Simone.
Não preciso chamá-lo.
Ele vem.



3 comentários:

Anônimo disse...

Bela!

Maria Isis Meirelles monteiro de barros disse...

Adorei o blog, entrei meio sem saber e foi uma agradável surpresa, também tenho um que chamo poesia do dia.
www.todapoesiadodia.blogspot.com.br

Brunno Soares disse...

Oiiiii.. vim aqui lhe visitar... saudades