terça-feira, 8 de janeiro de 2008

Do que eu amo


Arte.
Dicionário.
Canetas.
Sorrisos.
Risadas gostosas.
Gargalhadas sonoras.
Música. Sem preconceito.
Agendas (tenho muitas, todos os anos...
saio arrecadando..rs... não anoto compromissos nelas, só coisinhas:
excertos de livros, poemas, rabiscos, desenhos...
Tudo, menos compromissos.
Agendas, pra mim, foram feitas pra isso...).
Adesivos de bichinhos, pra colar nas agendas.
Andar de mãos dadas
(com minha filha, com minha família, com o homem que amo, com amigas/os).
Mãos dadas têm um significado muito forte na minha vida.
Bibliotecas - absolutamente todas.
Papelarias em geral.
Caderno com cheirinho de novo.

Abraço apertado (bem demorado - frouxo não vale).
Beijo na boca (bem demorado - selinho não vale).



(2007 - Imagem feita por Alina, para me retratar...rs... Perfeita!)

Um comentário:

Regiane"Carrie"Alencar disse...

Hei, eu gosto de tudo isso, meus amigos me seguram qnd passamos na frente de uma papelaria. Uma na minha frente me puxa e uma atrás de mim me empurra, prá não correr o risco de eu entrar e ficar por lá mesmo.
Adoro bibliotecas, livrarias, andar de mãos dadas e isso tem mesmo muito significado, abraços bem apertados, pq bj se dá em qualquer um, abraço é diferente. Cheiro de caderno novo é diferente e agendas foram feitas para guardar as memórias da gente, as brincadeiras da gente. Sabe pq algumas folhas são grandes, prá caber os adesivos Rs** Abrações!!!