sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Imagem

As unhas curtas da vida
arranham as costas do sonho.
O fundo é fruto evidente
de coloridos confeitos.
Incensos perfumam os fatos
raízes d'outras dores
e vôos rasgados de flores
de lótus
de lutas
de letras azuis.




27.08.2010 - 23h40min

2 comentários:

Fabricio Martines Alves disse...

Passando minha tarde poética em tua página. Acho que mesmo quando não postava mais nada tinha o blog mais visitado de todos...rs...
Guria...belo poema...continuemos nos próximos.

Marcello disse...

Vôos de flores de lótus, em chuva de letras azuis. Bonita imagem. A sua cara.


Beijos



Cello